Chamada para contribuição

PDC 2020 Workshop Interativo

Profissionais de Computação para Responsabilidade Social: Os Valores Passados, Presentes e Futuros do Diseño Participativo


Valores desempenham um papel central no design da tecnologia. Mas de quem são os valores? De onde eles vêm? Como exatamente eles atuam e moldam os sistemas sociotécnicos que criamos? E quais valores queremos que prevaleçam? Novos desafios, como a crise climática e a polarização social, exigem que os tecnólogos se tornem parte da arena pública e política. Isso resulta em um novo senso de responsabilidade, mas com o fechamento do CPSR, os Profissionais de Computação para Responsabilidade Social, deixou uma lacuna. Hoje, entre os profissionais de tecnologia, acadêmicos e profissionais de computação, há um renovado senso de urgência em engajar o público e a política para mudar o curso de como a computação está moldando a sociedade.

Em um momento em que interseções nas agendas de automação e Inteligência Artificial, justiça social e emergência climática estão inspirando pesquisadores de todos os tipos e temperamentos a escrever apelos emocionados por mudanças– é hora de reviver a ala ativista do DP (Diseño Participativo) com uma nova estrutura para o engajamento público e político? Este workshop interativo revigorará o debate em torno de valores e responsabilidade social através de fronteiras disciplinares no contexto latino-americano para discutir:

Quem tem quais responsabilidades relacionadas aos valores na computação hoje em dia? Onde estão os limites, conexões e sobreposições de responsabilidades de valor entre designers, pesquisadores acadêmicos, técnicos, líderes comunitários e outras partes interessadas? De quem são os valores marginalizados? Como? O que podemos aprender com o CPSR?

Como lidamos com valores críticos na pesquisa e na prática de DP? Além de uma chamada ser sensível e para métodos que apoiem a sensibilidade, a DP também deve enfrentar como a marginalização, a coerção e o falso consenso se desenvolvem no nível dos valores. Como as abordagens existentes no DP explicam isso? Isso representa um desafio para a prática e pesquisa de DP? Como os profissionais e acadêmicos da computação podem apoiar os afetados pela computação emancipando-se dos valores incorporados na própria computação?

Como deve ser um CPSR para o século 21? O CPSR acabou há mais de uma década, mas hoje organizações como essa são mais necessárias do que nunca. O que uma organização como essa poderia alcançar? Como deveria ser? Como isso poderia acontecer? Muitas organizações, iniciativas, coletivos e indivíduos já falam dessas preocupações. Como eles podem se conectar e cooperar de forma mais eficaz?

Solicitamos aos participantes interessados que enviem um posicionamento curto (500-1000 palavras) em inglês, espanhol ou português que descreva:

  • Um caso concreto ou relato de experiência que fale de responsabilidades e valores,
  • Uma visão histórica do CPSR,
  • Uma reflexão ou crítica das posições ou práticas atuais, ou
  • Uma declaração de interesse pessoal.

Envie os trabalhos por e-mail para pdc2020cpsr@gmail.com até 7 de abril.

Também estamos construindo um mapa colaborativo de organizações relevantes e estamos abertos para contribuições!

Uma observação sobre o Covid-19: Esperamos que o workshop seja conduzido principalmente ou exclusivamente remotamente. Atualmente, o PDC opera com a premissa de que a conferência ocorrerá, mas que a participação remota será essencial e apoiada.

Contato

pdc2020cpsr@gmail.com


Create your website at WordPress.com
Get started
%d bloggers like this: